A.Vogel Suplementos Naturais

Blog Oficial Avogel Portuguesa

Arquivo para Agosto, 2014

É o mês de colheita da Echinacea

por Dr. Natiris, activo 28 Agosto 2014, Plantas

Agosto é o mês, em que a maior parte das pessoas estão de férias, mas em Roggwil (A Vogel Suiça) é um dos momentos mais atarefados do ano.

É o mês de colheita da Echinacea. A Echinacea cresce nos jardins e campos da Avogel, campos que ficam muito perto da fábrica, esta proximidade é importante para que as plantas sejam processadas ainda frescas, geralmente com tempo inferior a 4 horas a contar após a sua colheita.

Este princípio de extração de plantas processando-as ainda frescas foi estabelecido por Alfred Vogel, quando ele ainda trabalhava na sua clínica em Teufen.

Vogel descobriu por experiência própria que os pacientes respondiam melhor a remédios fitoterápicos feitos a partir de plantas frescas em comparação com, os produzidos com extrato seco.

Isto parece lógico e intuitivo – você, o que prefere comer? Brócolos secos ou brócolos frescos?

Anos mais tarde de Alfred Vogel ter adoptado esta teoria, os cientistas foram capazes de explicar o porquê dos extractos frescos serem mais eficazes que os extractos secos.

Com o recurso a métodos analíticos modernos, os cientistas foram capazes de mostrar que os extratos de ervas frescas contêm uma maior quantidade de substâncias activas em relação aos extratos produzidos a partir de uma quantidade equivalente de erva seca.

Com Echinacea, a diferença no nível de alquilamidas foi quase 3 vezes maior na planta fresca. Isso faz toda a diferença quanto à eficácia do produto final que você encontra nas lojas.

A quando da colheita, as plantas Echinacea têm entre 1,2 e 1,5 m de altura. Estas plantas têm aproximadamente 2 anos de idade.

Na A Vogel não são utilizadas plantas com mais de 3 anos,porque após este tempo as plantas Echinacea tendem a perder o seu vigor.

É utilizada toda a planta (que neste contexto, significa que as partes da planta acima do solo) para produzir Echinaforce.

As raízes com 3 anos de idade são colhidas em setembro, utilizada também para o farico de Echinaforce.

Isto permite realizar uma receita de Echinaforce única, contendo tanto de extracto de planta como de extracto de raiz numa proporção de 95-5.

Comece já a reforçar o seu sistema imunitário e a preparar-se para o Inverno, com ECHINAFORCE!

Depura o fígado em uma semana

por Dr. Natiris, activo 21 Agosto 2014, Saude

O fígado é um dos órgãos mais importantes do nosso organismo. Tem a grande capacidade de autorregeneração, mas também é um dos órgãos que mais sofre devido à má alimentação, aos hábitos tóxicos e às emoções negativas.

Neste artigo explicaremos como realizar uma completa depuração do fígado em um prazo de sete dias.

Como sabemos se estamos com o fígado sobrecarregado?
Há vários sintomas que nos confirmam que deveríamos depurar nosso fígado:

Más digestões: o fígado é fundamental no processo digestivo, pelo que as más digestões, com dores abdominais, prisão de ventre ou gases são sintomas de problemas hepáticos.
Estado de ânimo: o mau funcionamento do fígado afeta também nosso estado de ânimo, causando-nos irritabilidade, desânimo e ira.
Olheiras escuras embaixo dos olhos.
Dores no olho direito
Cor amarela na pele e na esclerótica do olho
Hipertensão arterial
Alergias e problemas cutâneos

Preparação para a semana depurativa

Posto que a depuração durará uma semana, é importante que sigamos estritamente as pautas que daremos e que antes e depois desta semana, também procuremos não realizar abusos de nenhum tipo, para evitar reações do corpo. Se tomamos medicações ou temos algum problema de saúde, deveremos consultar um médico antes de realizá-la.

Finalmente, devemos assinalar que quando se faz uma depuração às vezes aparecem alguns sintomas da limpeza que podem ser dores de cabeça, cansaço, um pouco de febre, diarreias etc. Por isso, recomendamos consultar sempre um médico especialista.

Alimentos proibidos
Durante esta semana evitaremos totalmente os seguintes alimentos:

Álcool
Frituras
Carne vermelha
Pré-cozidos
Lácteos
Açúcar branco
Adoçantes artificiais

Em jejum
Quando nos levantamos pela manhã é quando finalizamos o jejum noturno, durante o qual nosso corpo descansou e se regenerou se realmente houve um bom descanso. Por isso é muito importante escolher bem o que consumiremos para romper com o jejum.

Beberemos em jejum dois copos de água morna e em seguida tomaremos uma colher de sopa de suco de limão e uma colher de azeite de oliva extra virgem. Com estes passos tão simples, limparemos o organismo, colocaremos nossos órgãos em funcionamento e ativaremos o fígado.

O café da manhã
Meia hora depois pode-se tomar o café da manhã. Recomendamos começá-lo com um suco natural de laranja ou toranja. Se quiser adoçá-lo, adicionar um pouco de mel de abelha ou stévia.

Em seguida poderemos escolher entre um dos seguintes cafés da manhã, que poderemos ir alternando diariamente se assim quisermos:

Opção 1: Batida de fruta (maçã, pera, abacaxi ou banana ) com uma bebida vegetal de aveia ou arroz, uma colher de levedura de cerveja, uma colher de pólen moído, um punhado de uvas-passas e amêndoa moída.
Opção 2: Torradas de pão integral com tahine (patê de gergelim) e abacate.
Opção 3: Sanduíche de pão integral com cenoura.

No meio da manhã
Posto que essa depuração não é um regime de emagrecimento, não temos que passar fome. Por isso, se tivermos fome no meio da manhã, poderemos comer algum pedaço de fruta ou um punhado de frutos secos.

O que deveremos tomar todos os dias no meio da manhã será uma infusão de alguma das seguintes plantas medicinais:

Boldo
Cardo-mariano
Dente-de-leão

Almoço
O almoço se baseará em três pratos que poderemos combinar ou misturar?

Primeiro prato: gazpacho, salada ou maçã assada
Segundo prato: Arroz integral, quinoa, massa integral, milho ou batata cozida ou assada no forno.
Terceiro prato: Peixe, carne branca ou legumes
Podemos temperar as refeições com azeite de oliva extra virgem, um poco de sal marinho e vinagre de maça.

Finalizaremos a refeição igualmente com uma das infusões que mencionados anteriormente.

No meio da tarde
No meio da tarde, poderemos comer algo como no meio da manhã, e beberemos a terceira e última infusão do dia.

Jantar
Se quisermos cuidar de nosso fígado, os jantares devem ser sempre leves e não muito tarde, já que o fígado se regenera nas primeiras horas da madrugada, e para fazê-lo tem que ter terminado o processo digestivo.

Portanto, recomendamos, durante esta semana, basear o jantar em um creme de legumes caseiro, que poderemos acrescentar algas, óleo de linhaça e um pouco de gérmen de trigo. Se sentirmos mais fome, poderemos comer um ovo (omelete ou cozido) e algumas torradinhas de arroz ou milho.